terça-feira, 23 de junho de 2009

Devagar com o andor


Falta bem pouco para a seleção brasileira mostrar a verdadeira cara do nosso futebol. Ramires é o novo xodó da mídia sempre apressada que acompanha de perto o circo montado na África do Sul. Dunga resistiu, mas acabou se rendendo ao futebol dinâmico e corajoso do ex-joinvilense. Agora é o jogador que precisa resistir ao deslumbramento que pode vir, provocado pela avalanche de adjetivos verbalizados nos microfones e páginas de esporte. Basta Ramires olhar para o lado. Pertinho dele está o Robinho, exemplo bem acabado do que faz a contaminação pelos elogios para quem a imunidade chegou tarde ou nem aconteceu. Vamos ver nesta quinta-feira, contra a África do Sul, se Ramires confirma as expectativas que aumentaram muito em torno do seu futebol alegre, mas também muito eficiente.

Nenhum comentário: