sábado, 16 de agosto de 2008

Palavra de honra

Deveria existir no esporte, no futebol principalmente. Mas não é assim, sabemos. Nenhum clube brasileiro consegue mais segurar seus principais jogadores e por isso promessas não cumpridas são comuns no noticiário, como acaba de demonstrar, regionalmente falando, o Avaí. De que adiantou, após a venda de Vandinho para o Flamengo, reunir jogadores, imprensa e demais interessados para dizer – e prometer – que ninguém mais deixaria o Avaí até o final do Brasileiro? O zagueiro Ozéas é o primeiro a fazer as malas e viajar para Portugal menos de uma semana após o discurso de João Nilson Zunino, presidente do clube. O próximo é Marquinhos, destaque do time, equilíbrio do meio campo e novo reforço do Santos. Pode ser apenas o início de uma perigosa operação desmanche.

Nenhum comentário: