sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Os técnicos, esses exterminadores

A seleção brasileira virou um grande sumidouro de craques, se é que eles ainda existem. Basta vestir a camisa amarela e pronto. Faz tempo acompanhamos esse fenômeno renovado agora no time que está em Pequim tentando a tal medalha inédita. Ronaldinho Gaúcho nem conta, já desapareceu escondido em uma estreita faixa de campo, limitando-se a uma firula aqui, outra acolá. A mais nova vítima chama-se Alexande Pato, infectado que foi pelo virus que transforma jogadores como Anderson, Lucas, Diego e outros menos votados em burocráticos tocadores de bola. Thiago Neves está chegando e, como Pato, vai acabar contaminado. Esquemas táticos e a falta de ousadia de alguns técnicos de grife vão exterminar com os poucos craques brasileiros que ainda sobrevivem pelo planeta futebol. Abaixo os treinadores, salvem nossos craques. Tomara a seleção olímpica me desminta.

Nenhum comentário: