segunda-feira, 17 de novembro de 2008

É ele

A imprensa esportiva do Rio e São Paulo trata desde a semana passada da substituição de Dunga por Muricy Ramalho na seleção brasileira. De especulação o nome do atual treinador do São Paulo passa a ser quase uma certeza. É o que diz o colunista Juca Kfouri em post do seu blog nesta segunda-feira, ao estranhar – e é mesmo muito esquisito - que o nome de Muricy não esteja entre os cinco relacionados para ser indicado como o melhor do ano. A festa acontece no dia seguinte ao final do Brasileiro e é promovida pela CBF que relaciona os mais votados para a escolha dos melhores entre jogadores e técnicos. Por ordem alfabética a lista tem Adilson Batista, Caio Júnior, Celso Roth, Dorival Júnior, Vagner Mancini e Vanderlei Luxemburgo. É claro que, às portas de sua terceira conquista consecutiva de um título brasileiro, Muricy tinha que estar nessa. Se não está, aí tem a impressão digital de Ricardo Teixeira.

Nenhum comentário: