segunda-feira, 9 de março de 2009

O boêmio voltou

O trailer de 57 minutos em dois jogos com o gol de cabeça em cima do Palmeiras nos trouxe a esperança de que Ronaldo deixe a noite e a boemia para voltar com força e estilo aos gramados. Descontados os exageros da mídia, é o caminho inverso do que diz a letra de Adelino Moreira para a música “A volta do boêmio”. Suplicantes, pedimos uma nova inscrição para Ronaldo entre os grandes atacantes do futebol mundial. Melhor para os brasileiros, obrigados nas últimas semanas a conviver com retornos sinistros como os de Michel Temer, Sarney e a filha Roseane, Renan Calheiros, e Fernando Collor. Eu prefiro esperar mais um pouco antes de aderir à onda pró Ronaldo e sua volta triunfal. Enquanto isso fico treinando em período integral, dormindo cedo e sem direito a noitadas. Só assim vou aguentar uma semana inteira de babação, até que um capítulo definitivo seja escrito para o encerramento desta interminável novela com repercussão mundial.

Um comentário:

Marcelo Fernandes Corrêa disse...

Velho Medaglia,
que bom te ver firmee forte neste blog, atualizado, pulsando a opinião sem medo como sempre tiveste. Te digo que não gostava daquele teu papo de "varrido". Nunca foste, pela tua qualidade e ousadia. Tomo como uma homenagem estar entre os teus links. Mais responsabilidade para mim. Grato. Continue assim. Sei o quanto custa caro ser ético e sério nesta profissão, mas vale a pena dormir descansado.Continue a ser um dos nossos exemplos do bom jornalismo.
Parabéns, meu velho!
Um forte abraço.