segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

A farra do kart empobrece nosso esporte

O povo não sabe quanto custa aos cofres públicos esta brincadeirinha de todo fim de ano. Em 2012 o Fundesporte e os atletas catarinenses perderão R$ 1.750,000,00 para o kart com mais uma edição do Desafio Internacional das Estrelas. A vítima mais recente, entre outras tantas, é a velocista Tamiriz de Liz, de Joinville, revelada nos nosso Jogos Escolares realizados pela Fesporte. A menina foi à Olimíada, ficou em terceiro no Mundial Juvenil e não mereceu um tostão do Fundo. Ela pediu apenas R$ 9.800,00, não levou nada do projeto aprovado pelo Conselho Estadual do Esporte.

E a farra do kart está aumentando. Fim de semana o Beto Carreiro entrou no circuíto com as 12 horas, evento para poucos privilegiados e sem projeto provado pelo Conselho. Quando custou, hein pessoal da SOL que, por sinal,  vive à sombra do desconhecimento, da omissão e da incompetência?

Nada contra o kartismo, mas tudo a favor do nosso atleta que traz medalhas e troféus para Santa Catarina, divulga o estado, gera emprego, e não ganha nem reconhecimento.

O Felipe Massa que vá se coçar na Ferrari e peça patrocínio para trazer seu circo para cá. O dinheiro gasto pelo governo estadual faz muita falta por aqui. Garanto que na fábrica de Maranello 1 milhão e 700 não faz nem cosquinha.

Um comentário:

Anônimo disse...

Falou e disse. O pior é equipes que disputam a Liga Nacional de certas modalidades e na hora de pagar alegam que não tem dinheiro. Mas isso não vai mudar nunca, pois que tem mais proximidade com o Governador consegue alguma coisa. Fora isso, esquece. O Fundesporte não olha necessidade, só marketing, politicagem e empurra-empurra. Olha o fiasco agora em 2012. Simplismente SC não participou dos Jogos Abertos Brasileiros por falta de dinheiro. É que faltaria ao Massa na corridinha de kart, onde a diversão é para uma meia dúzia de riquinhos se divertirem.E mais, todo mundo fala, comenta, etc mas ninguém faz nada. O correto seria uma denúncia na RBS sobre isso, mas a própria RBS não teria interesse, pois é beneficiada no esquema também.