segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Tô nem aí



Morro dos Cavalos: nada sério para Delfim e o Dnit

O presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim Peixoto Filho, desconhece as regras mínimas ditadas pelo bom senso e não está nem aí para o que acontece no seu Estado. Pior que ele, só o Dnit. Caso contrário teria transferido a rodada inteira do Campeonato Catarinense, quem sabe para segunda-feira à noite. Com parte de Santa Catarina sofrendo com os estragos provocados por enxurradas, incluindo a interrupção da BR-101, não só não tomou nenhuma providência como ainda teve a pachorra de se vangloriar que correu tudo bem, acrescentando mais um episódio grotesco à sua lamentável e interminável gestão.

Delfim ignorou os problemas sérios nas sedes dos jogos. No Sul, Criciúma e Imbituba, por causa do deslizamento no Morro dos Cavalos. Não deu bola para as dificuldades de Blumenau, Itajaí e Joinville. Dirigentes, jogadores, equipes de arbitragem e jornalistas domingo foram obrigados a botar o pé na estrada e na lama, circulando pelo Estado com o risco de algum acidente grave. E por fim, lixe-se o torcedor, impedido de acompanhar seu time nos estádios. Como o santo do homem é muito forte, capaz de protegê-lo de uma tragédia e ainda fortalecê-lo em futuras eleições, ninguém reclamou, como é de praxe.

Nenhum comentário: