quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Camisa de força pra essa turma

Um ex-presidente do Avaí com quem tive uma convivência pacífica, apesar das divergências, odiava ser chamado de cartola. Achava pejorativa a classificação. Com o passar do tempo e com a compreensão da atividade daqueles que dedicavam desinteressadamente parte da sua vida ao clube, até com prejuízo de seus afazeres profissionais, concordei com ele. 
Dedico hoje esse adjetivo pouco edificante aos que tiveram a genial ideia de pleitear a construção de uma arena em Florianópolis a ser utilizada pela dupla Figueirense/Avaí. Vão fazer o quê com a Ressacada e o Orlando Scarpelli? Enlouqueceram? Florianópolis precisa, em primeiro lugar, de um belo parque, que poderia ocupar o aterro da baía sul, após o túnel Antonieta de Barros. Do jeito que está, aquilo aos poucos vai virar um muquifo, cheio de prédios e obras estranhas, inexplicáveis. 
Queremos áreas verdes, de frente para o mar, com ciclovias, trilhas para caminhadas, equipamentos para esporte e para e os tais piqueniques (?) que o presidente do Avaí sugeriu fazer nesta invencionice da arena. Utilizado pela população, o parque ainda poderia ter, aí sim, uma arena para grandes espetáculos, shows, competições de alto nível com modalidades de quadra. A cidade tem isso? Claro que não. E quem for capaz da façanha se elege até presidente desta república de bananas. Com o meu voto. 
Mas a genialidade de cartolas e políticos prefere andar na contramão, fazer demagogia, gastar recursos que não temos, e com o desnecessário. Governador, Secretário de turismo, cultura e esporte, prefeito, vereadores, cartolagem sem noção, não caiam nessa esparrela de arena única. Um parque para essa cidade, pelo amor de Deus. Ou então camisa de força para todos.

Nenhum comentário: