sexta-feira, 26 de julho de 2013

A máfia intocável


Amanhecemos hoje com mais confusão envolvendo ônibus e usuários. Teve um prefeito - não gosto nem de citar o nome do gajo - que prometeu abrir a caixa preta do transporte coletivo de Florianópolis. Parece que ele não encontrou a senha ou o segredo do cadeado. Nos seus dois mandatos o mentiroso e cascateiro não mexeu uma palha para cumprir a promessa. Em qualquer país sério uma investigação na sua administração botaria metade da cidade na cadeia. Fica tudo por isso mesmo e o povão continua a mercê do que em São Paulo a mídia está classificando como máfia do transporte público. 

Os prefeitos são reféns - não se sabe bem porquê, ou se sabe - dos donos das empresas que detém o direito de explorar o serviço desde que o mundo é mundo. Claro que que vamos passar por mais um prefeito sem solução para o problema. Só promessas de licitações e melhorias. Nada acontece e tome greve, com a culpa recaindo sempre nas costas de motoristas e cobradores. Eles é que prejudicam a população quando reivindicam melhores condições de trabalho e salários decentes. Outra coisa que não entendo é porque a nossa mídia não tenta ela mesma abrir a tal caixa que contém segredos tão escabrosos.

Nenhum comentário: