quarta-feira, 13 de março de 2013

Mais um Papa conservador?

Passado o deslumbramento inicial de certos setores da mídia, é bom pensar que o novo Papa, o argentino Jorge Bergoglio, tem afinidades com o pastor evangélico Marco Feliciano, da Comissão dos Direitos Humanos.

Segundo os vaticanistas, Bergoglio é considerado um ortodoxo conservador em assuntos relacionados à sexualidade, se opondo firmemente contra o aborto, o casamento entre pessoas do mesmo sexo e o uso de métodos contraceptivos. O que não chega a ser novidade, mas senso comum na Igreja.

Em 2010, entrou em controvérsia pública com a presidente Cristina Kirchener ao afirmar que a adoção feita por casais gays provoca discriminação contra as crianças.

Nenhum comentário: