sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Denúncias, ora, denúncias

O Jornal do Almoço da RBS apresentou hoje (sexta) denúncia sobre as péssimas condições da Rodoviária Rita Maria e o risco que representa frequentar aquele local. Nenhuma novidade nas informações que foram levadas aos jornalistas daquela empresa por uma informante, ex-funcionária da casa, cuja identidade não foi revelada. A matéria é velha, quase jurássica.

Esse é o grande problema da nossa mídia. Equipes de jornalismo, com seus respectivos editores, pauteiros e repórteres, sejam elas de tv, rádio ou jornal, têm que ser levadas pela mão até onde está a notícia. Se não houver um denunciante ou um fato consumado, os problemas da cidade ou do estado não merecem a atenção dos nossos veículos de comunicação. Exemplo bem recente: incêndio (mais um) no Mercado Público. O próximo "fato jornalístico" pode acontecer em uma das portas de entrada de Florianópolis, a Rodoviária, ameaçando desabar e com um estacionamento esburacado.

É assim. Tem que acontecer uma tragédia com destruição e muitas vítimas, como as inundações anuais na Baixada Fluminense, para o jornalismo e os jornalistas se mexerem. Bem ao gosto dos políticos e administradores públicos, omissos e incompetentes. Por enquanto o que vale é só entretenimento e de gosto duvidoso. Coisas como BBB, Planeta, festival milionário de kart, shows sertanejos, festivais de moda e outras excrescências do gênero.

Nenhum comentário: