sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Obra pronta marromeno

Finalmente, depois de mais de seis meses de martírio ( e não foi pelos contratempos naturais de uma obra) a minha rua, a já conhecida Manoel Isidoro Augusto, Rio Tavares, está pronta, lajotada de cabo a rabo.

Claro, com as imperfeições esperadas de um trabalho feito aos trancos e barrancos, às vezes meio na marra, tantas foram as reclamações dos moradores e a pressão para cima de um em

preiteiro, digamos, mal preparado e mal assessorado.

Em alguns trechos já se notam os adensamentos de lajotas mal assentadas. Em outros falta o acabamento nas bocas de lobo. Enfim, ganhamos esta guerra, mas estou desconfiado que a batalha ainda não terminou. Meu amigo São Tomé não para de me assoprar o "só vendo para crer". Fui, mas posso voltar a qualquer momento em edição extraordinária.

Nenhum comentário: