sábado, 22 de dezembro de 2012

Marca Felipão

O Brasil só vai enfrentar campeões mundiais no primeiro semestre de 2013 até a Copa das Confederações. Começa em fevereiro, em Wembley, contra a Inglaterra, amistoso já marcado ainda na era Mano/Teixeira. Depois, a novidade: seguem a Inglaterra, de novo, mas no Maracanã em junho, Itália na Suíça, em março e em junho a França, no Mineirão.

Logo após ganhar a Copa Felipão sentiu que a seleção seria vendida por 30 dinheiros pela CBF, por isso deu no pé. Basta ver os adversários que o Brasil teve pela frente na sequência, cada um pior que o outro. O Mano Menezes aceitava tudo, Dunga ídem, mas com Felipão parece que o buraco é mais em baixo. Parece. Se vai dar certo, é outra conversa. O interessante é que a seleção de cara voltará aos braços do povo. Ave, Luiz Felipe Scolari.

Nenhum comentário: