domingo, 16 de dezembro de 2012

Dá-lhe Tite

Tite, campeão de quase tudo
Ele quase foi demitido na outra Libertadores depois da derrota para o Tolima e a eliminação precoce. Depois ganhou paulista, brasileiro, Libertadores e agora o Mundial. E ainda bem que o bandeirinha estava atento para o impedimento do Torres. Na única falha do Cássio o Chelsea ia melando a festa corintiana no finzinho do jogo. Tite passou Muricy, Luxemburgo, Abel, Felipão, e outros menos votados. Preparem as barricadas no aeroporto de Guarulhos.

Um comentário:

Diego Wendhausen Passos disse...

Uma pena aqueles dirigentes incompetentes, fracassados e nefastos (Mustafá Contursi, Salvador Palaia, Roberto Frizzo e Wlademir Pescarmona) não terem percebido isso em 2006, quando o Palaia, um dos três piores presidentes da história do Palmeiras, demitiu o Tite do clube, que fazia um trabalho eficiente, tirando o time paulista das últimas colocações e deixando no bloco intermediário.

O resultado é o que estamos vendo. O quarteto continua causando danos ao alviverde, enquanto Tite mostra-se um profissional vencedor.