segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Diário da Minha Rua 5


ou, Os caçadores das Lajotas Perdidas

Livre adaptação de Os Caçadores da Arca perdida


Segundo a Bíblia, a Arca das Lajotas é o meio pelo qual Deus falou ao Prefeito Dário e à Intendência do Campeche/Rio Tavares, com mensagem especial a ser repassada aos moradores da rua Manoel Isidoro Augusto.

Promete daqui, tergiversa dali, virou filme, o popular "Em busca das Lajotas Perdidas". O enredo traz um tenaz morador, que pediu anonimato, na luta contra os administradores públicos e os seus preguiçosos colaboradores, para fazer cumprir a promessa estampada em duas placas colocadas no começo da rua há três meses, em obediência às ordens divinas.

Como uma coisa puxa a outra o filme conta que a aventura inclui também lutar pela recuperação da misteriosa Arca das Lajotas. A película já é um clássico do gênero promessas eleitoreiras. O que deixou muita gente fazendo-se algumas perguntas: por que a Arca das Lajotas tem esses poderes e o que vai acontecer realmente na rua em questão até as eleições? A tal Arca tem material suficiente para atender a promessa de cabo a rabo, ou seja, calçar a rua em toda a sua extensão?

A história desta Arca começa na Bíblia, coisa séria, presume-se. Tanto que no livro do Êxodo, depois que os habitantes começaram a deixar a área central da cidade, Deus deu instruções específicas ao prefeito Dário sobre o que fazer com a Arca e as lajotas:

Faça com que a periferia seja atendida imediatamente, sem segundas intenções ou falsas promessas. Mande fabricar lajotas e guarde tudo em lugar seguro, de preferência numa arca com aço puro, por dentro e por fora, e faça um molde de cofre ao seu redor. Não se esqueça de guardar bem a chave onde ela possa ser encontrada a qualquer momento, e não apenas em período eleitoral.

Como a Arca e seu conteúdo estão em lugar incerto e não sabido, parece que as instruções do Homem não foram integralmente obedecidas. Já vimos esse filme repetidas vezes mas, para não estragar a expectativa dos interessados no desfecho desta intrigante história, não vamos contar o final. Embora ele seja absolutamente previsível.

Foto: DIÁRIO DA MINHA RUA 5

ou, Os caçadores das lajotas perdidas

Livre adaptação de Os Caçadores da Arca perdida

Segundo a Bíblia, a Arca das Lajotas é o meio pelo qual Deus falou ao Prefeito Dário e à Intendência do Campeche/Rio Tavares, com mensagem especial a ser repassada aos moradores da rua Manoel Isidoro Augusto.  

Promete daqui, tergiversa dali, virou filme, o popular "Em busca das lajotas perdidas". O enredo traz um tenaz morador, que pediu anonimato, na luta contra os administradores públicos e os seus preguiçosos colaboradores, para fazer cumprir a promessa estampada em duas placas colocadas no começo da rua há três meses, em obediência às ordens divinas. 

Como uma coisa puxa a outra o filme conta que a aventura inclui também  lutar pela recuperação da misteriosa Arca das Lajotas. A película já é um clássico do gênero promessas eleitoreiras. O que deixou muita gente fazendo-se algumas perguntas: por que a Arca das Lajotas tem esses poderes  e o que vai acontecer realmente na rua em questão até as eleições? A tal Arca tem material suficiente para atender a promessa de cabo a rabo, ou seja, calçar a rua em toda a sua extensão?  

A história desta  Arca começa na Bíblia, coisa séria, presume-se. Tanto que no livro do Êxodo, depois que os habitantes começaram a deixar a área central da cidade, Deus deu instruções específicas ao prefeito Dário sobre o que fazer com a Arca e as lajotas:
 
Faça com que a periferia seja atendida imediatamente, sem segundas intenções ou falsas promessas. Mande fabricar lajotas e guarde tudo em lugar seguro, de preferência numa arca com aço puro, por dentro e por fora, e faça um molde de cofre ao seu redor. Não se esqueça de guardar bem a chave onde ela possa ser encontrada a qualquer momento, e não apenas em período eleitoral. 

Como a Arca e seu conteúdo estão em lugar incerto e não sabido, parece que as instruções do Homem não foram integralmente obedecidas. Já vimos esse filme repetidas vezes mas, para não estragar a expectativa dos interessados no desfecho desta intrigante história, não vamos contar o final. Embora ele seja absolutamente previsível.
Onde está a misteriosa Arca?

Nenhum comentário: