segunda-feira, 19 de março de 2012

Galdino deixa o Conselho do Esporte. E daí?

O presidente do Conselho Estadual do Esporte, o ex-atleta olímpico e campeoníssimo da marcha atlética, Sérgio Galdino, deixa o cargo em abril para se candidatar à vereança em Blumenau. Com ele que é do ramo já tem sido difícil a vida no Conselho, imagino o que vem por aí, pois infelizmente a política partidária-eleitoreira predomina nas relações com a Secretaria da Cultura, Turismo e Esporte. Ou José Natal, um ex-suplente de deputado estadual por São José, e que não tem nenhuma afinidade das três áreas, não teria virado Secretário para acomodar uma situação no seu município visando a próxima eleição.

A postagem de 3 de março, com o desabafo do desportista Rubens Faccini, é um dos retratos fiéis da situação vivida hoje pelo segmento esportivo em Santa Catarina. Outro é o momento da Fesporte, onde o atual presidente e também ex-atleta, Adalir Peccos Borsatti, vive com a cabeça a prêmio. É igualmente uma demonstração clara da falta de apreço deste e de outros governos pela Secretaria em questão e seus objetivos.

A renúncia de Galdino, além de ser emblemática não vai acrescentar nada, nem mesmo vai alterar a postura da maioria dos conselheiros. Dos 21 membros, 11 trazem diversas representações do governo estadual. Tem pra todo o gosto. Fica, é claro, a curiosidade sobre o próximo presidente do Conselho, certamente alguém que manterá no colegiado a orientação do “sim senhor”. Políticas sérias para a cultura, o turismo e o esporte e destinação correta para os recursos disponíveis nestes Fundos? Nem pensar. Já escrevi muito sobre isso. Quem conhece o meio e vive nele há muito tempo já sabe o que vai acontecer.

Um comentário:

Hans Werner disse...

É lamentável que se perca um desportista, sério e compromissado com o esporte no exercício da Presidência do CED para, certamente, nomearem mais um submisso que diga amém a todas as vontades dos interesseiros do esporte, ainda mais que estamos em ano de eleição.
É UMA PENA!!!!!!!!!!!!!!