sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

O pesadelo de colorados e flamenguistas

Parada há sete meses, reforma do Beira-Rio levanta temor de Porto Alegre perder a Copa.

Flamengo oficializa saída de Wanderley Luxemburgo


A primeira manchete, publicada hoje nos veículos da RBS, deixou metade do Rio Grande preocupada. A outra metade está alegre e feliz com a possibilidade da desgraça alheia.

A segunda manchete pesada do dia envolve o Flamengo, a demissão de Wanderlei Luxemburgo, e a contratação do folclórico Joel Santana.

Num e noutro caso a origem é a irresponsabilidade, a falta de respeito e a incompetência que grassam no futebol brasileiro atualmente, em todas as suas instâncias. Os dirigentes do Internacional lidam há quase um ano com o impasse sem solução entre o clube e a uma construtora, colocando em risco Porto Alegre como uma das sedes da Copa, ou então simplesmente fazendo a felicidade do maior rival, o Grêmio, cujas obras de sua arena vão de vento em popa.

No Flamengo a presidenta Patrícia Amorim e seus companheiros de diretoria participaram do processo de demissão de Luxemburgo da maneira mais torpe e desrespeitosa que já vi em meus mais de 40 anos acompanhando o futebol. Pivô de todo o imbróglio, pra variar, Ronaldinho Gaúcho e sua entourage.

Nenhum comentário: