quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Quando a galinha do vizinho é muito pior

Santa Catarina foi escolhida sede do Campeonato Mundial do handebol Feminino, uma espécie de reconhecimento ao potencial desta modalidade no estado, com destaque para a equipe de Blumenau, várias vezes finalista da Liga Nacional.

Perdemos a sede do evento para São Paulo por conta de exigências absurdas feitas pela Federação Mundial aos dirigentes catarinenses. Como relata o leitor e desportista Hans Werner Hackradt:


"SC deveria ter sido a sede do evento. Exigiram climatização nos ginásios, áreas vips de qualidade superior, transporte individual para alguns figurões (40 no mínimo) ....etc. Orçamos tudo em 12 milhões. O Governo não topou e levaram para São Paulo.


Em São Paulo os ginásios não tiveram climatização, a área vip foi demarcada com folhas de papel almaço, pouquíssimo público ( o que aqui não iria acontecer), dificuldades com locais de treinamento e outros inúmeros problemas.


Acho que pelo que eles gastaram com os cortes nas exigências (que eram só para nosso Estado), nós teríamos feito muito melhor. Não acham?
Eu tenho certeza - somos um Estado que sabe recepcionar e acolher os amigos e na área do esporte. Apesar de jogados em 3º plano, ainda damos exemplo".



Também acho Hans. Mas se derem dinheiro para uma competição importante como essa do handebol, não vão sobrar recursos para a Secretaria da Cultura, Turismo e Esporte gastar a rodo com projetos eleitoreiros e inúteis. Inclusive desrespeitando e desmoralizando o Conselho Estadual do Esporte, que não aprova alguns desses projetos, mas os vê contemplados pela Secretaria com verbas de deixar o Tio Patinhas roxo de raiva.

Um comentário:

Hans Werner disse...

Você tem toda a razão. Basta mencionarmos o Kart das Estrelas (pelo que sei foram 3 milhões) e o iatismo em Itajaí (5 milhões).
Colmo o ano de 2012 é eleitoreiro, nda mais fácil de obter retorno indireto por outros meios.