quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Confirmado: repetimos 2006 em 2010


As mentiras de 2006 com Parreira repetidas em 2010 com Dunga - foto gospelblogspot

Kaká fez na Bélgica uma artroscopia de joelho – não sei em qual deles – por causa de uma lesão de menisco e vai ficar de três a quatro meses afastado do futebol. Fora isso continua administrando aquelas dores provocadas pela pubalgia que o acompanha faz tempo e vem atrapalhando seu futebol.

A lesão de joelho é notícia nova, bem fresquinha. A pubalgia é velha e fez parte do noticiário pré e pós Copa da África do Sul. O resultado todo mundo sabe e as consequências nós vimos dentro do campo, apesar das constantes negativas da Comissão Técnica, médicos e fisioterapeutas da seleção brasileira.

Resumo da ópera: em circunstâncias diferentes repetimos 2006/Alemanha em 2010/África e perdemos dois mundiais seguidos. Na Copa alemã Ricardo Teixeira vendeu os treinos da seleção brasileira e transformou nossa concentração em um verdadeiro circo. Parreira, o técnico da ocasião, fechou os olhos para tudo, inclusive para a má forma física dos principais jogadores. Ele e seus parceiros negaram sempre a zorra em que vivia o grupo e o excesso de peso de Ronaldo & Cia.

Na Copa africana Dunga cometeu outro excesso, mas na contramão do que acontecera na Alemanha. Fechou as portas e armou a carranca para tudo e para todos, defendendo a formação de uma equipe medíocre e também a má forma de alguns dos seus protegidos, incluindo Kaká. Voltamos pra casa mais cedo e com aquela máxima do “eu já sabia” entalada na garganta.

Vamos torcer para que Mano Menezes e seus auxiliares – a comissão médica será a mesma – não caiam na tentação da mentira. Mano já avisou que não mente, apenas omite em algumas ocasiões. Eu tento entender, faz duas Copas, a diferença entre uma e outra situação. A mentira, se sabe, tem pernas curtas, bem curtinhas, aliás. Quanto à omissão, tomara que em 2014 não tenhamos que aprender seu significado e sofrer com seus desdobramentos com os novos comandantes do time brasileiro.

Nenhum comentário: