sábado, 2 de janeiro de 2010

Da série, PROMESSAS

Meu retorno a este endereço poderia começar com uma postagem da série “ o bom filho à casa torna”. Mas optei por outra, a das promessas, prá chegar já inticando com gente que me dá nos nervos de tanto que mente.

Promessas vãs. Não vou lembrar de todas Uma das antigas, curiosa e, claro, não cumprida, foi a do ex-governador Esperidião Amin. Ele prometeu despoluir as baías de Florianópolis, deixando-as tão limpas, que colocaria uma cadeira e um guarda sol nas até hoje imundas e fedidas areias da Beira Mar Norte.

Outra que nos é muito cara, mas tão mentirosa quanto, versa sobre a duplicação da BR-101 Sul. Fernando Henrique Cardoso falou em alto e bom som que não sairia do governo sem acabar essa obra na estrada que mata e mutila dezenas todos os anos. Em seguida veio o Lula, com a mesma conversa e dois mandatos, a exemplo do seu antecessor, e até agora nada.

O Presidente, seu Ministro dos Transportes e representantes do Dnit em Santa Catarina continuam tentando nos fazer de bobos. A Fiesc acaba de denunciar a enganação das autoridades e o que falta fazer nesse trecho tão importante para a economia do país e dos dois estados ainda carentes de uma ligação moderna e segura. Conferi há pouco, durante o Natal, quando viajei ao Rio Grande do Sul. Eles pensam que a gente acredita em Papai Noel.

Falando nele a dupla Dário/Mário se esmerou com as promessas de um fim de ano grandioso e uma infra-estrutura no mínimo adequada ao fluxo do turismo. Árvore superfaturada, shows cancelados, sistema viário esgotado – cadê o trevo da Seta? – e o caos instalado na cidade. Nem me atrevi a botar o pé na areia em alguma de nossas praias. Vou esperar março.

A Casan e o seu presidente Walmor também compareceram. É só rebobinar até encontrar as declarações feitas pelo homem ano passado sobre a segurança de uma temporada sem falta d’água. Moradores do leste e norte da Ilha que me desmintam. Eu não, ele.
Sem querer demonizar ninguém, apenas atualizando o assunto, hoje ouvi o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, prometer obras que evitem tragédias como a que acaba de acontecer no seu Estado. Falou no auxílio do presidente Lula e do Ministro da Integração Social, Gedel Vieira. Os catarinenses vítimas de enxurradas e outros acidentes naturais têm péssimas lembranças destes senhores, campeões de promessas não cumpridas.

Sérgio Cabral deu entrevistas como se morasse em outro país, como se não fosse com ele, dizendo que o Brasil precisa prestar mais atenção a esse problema das encostas. Que cara de pau, quanto cinismo! No começo da década houve em Angra dos Reis um seminário que reuniu autoridades estaduais e municipais para ouvir sugestões de especialistas em meio ambiente e proteção das encostas.

Houve outros encontros como esse de onde saíram cartas de intenção e sugestões de providências encaminhadas imediatamente aos governantes que, pelo jeito, capricharam nas promessas. Lá estão dezenas de mortos, prontos pra assombrar os atuais e futuros governadores e prefeitos daquela e de outras regiões que aguardam soluções que impeçam tragédias anunciadas.

10 comentários:

Anônimo disse...

Que que vc. voltou, Mário. Já lhe inclui nos meus FAVORITOS. Feliz Ano Novo, e com grandes cobranças.

Anônimo disse...

Retificando, "Que bom que vc. voltou".

Nei disse...

Mario, nunca entendi despedidas no universo digital, onde tudo é on line e a pessoa sempre pode ser encontrada em qualquer lugar. Também não entendo o "até amanhã" do final dos noticiários, já que a programação continua. É como expulsar o telespectador, pedir que desligue a TV. Portanto, esta é a volta do que não foi. Ficaste sempre presente, mariomedagliando de maneira brilhante, como neste post sobre falsas promessas. Bata forte que é preciso! Gde. abraço.

Olimpio disse...

Duplicação da BR-101. PURA INCOMPETÊNCIA. Não tem outra qualificação

Anônimo disse...

Muito bom ler teu Blog, mas permita-me discordar sobre a BR-101, pois na Era FHC nada foi iniciado no trecho sul. Porém no governo Lula há sim vários trechos duplicados (bem ou mal). Não levanto aqui a bandeira de defesa do Lula, mas creio que seria justo admitir que há sim possibilidade de ela ser finalizada, ao contrário do antecessor. Quando não sei também...

H. M. B. disse...

Os pequenos trechos duplicados da BR101 Sul, os cruzamentos (como o da Praia do Sonho) e os espertinhos (turistas otários e locais revoltados, mas otários também) são os grandes culpados dos engarrafamentos no litoral. Todos esses fatores induzem ao caos do afunilamento. E o afunilamento é que pára o trânsito. Ação de orgãos "competentes" para incentivar o fluxo? Fiscalização policial para inibir os espertinhos? Não existe isso. A policia não existe mais, sua prioridade hoje em dia é fugir dos bandidos. Qualquer um peitudo é mais corajoso que um policial que, coitado, ganha mal e tem treinamento e equipamento precários. Meu caro, Lulas, LH e Bergers da vida são tão bons quanto os outros. Bons políticos e senhores em auto-promoção. Administradores, não temos.

H. M. B. disse...

Obrigado por continuar, Mário! Aquele Cesar (não tão) Valente e sua depressão pós-férias que vão se catar, cruz-credo.

Paulo Alexandre disse...

Mário,que bom que vc voltou...como um leitor seu já disse,não existe despedidas no Universo digital,onde alguém pode ser encontrado...Teu link continuará no meu blog...e agora espero poder entrar em contato contigo para que possamos articular o meu link em seu blog...também bom retorno e muitas felicidades a tih em 2010....e que continui ''Batendo Forte'',principalmente na ''FESPORTE''.....um Forte abraço Pinheiro de Fraiburgo..para o mundo...

Anônimo disse...

Fala aí grande Medaglia. Vais pra lá, vens pra cá, mas não deixo de te acompanhar. Forte abraço. PJ

walkiria mattos becker disse...

Como se vê, nem todos os "Mários" são salafrários, rsss. Feliz 2010 e continue aí firme.