segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Ah, essa mania de fazer fofoca

O governador Luiz Henrique e o vice Leonel Pavan estão de viagem marcada para o exterior. O presidente da Assembléia Legislativa, deputado Jorginho Melo, louco pelo poder, estranhamente abriu mão de ocupar o cargo na vacância dos dois e cedeu a vez para o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador João Eduardo Souza Varella.

Parece que tudo vai bem no Estado, que nesse momento prescinde da presença do governador e vice. Ambos podem viajar tranqüilos, apesar de o presidente da Assembléia andar muito atarefado ao ponto de recusar a honraria da cadeira governamental. Não há com o que se preocupar, os desastres naturais acontecem para atormentar Rio, São Paulo e nossos vizinhos do Rio Grande do Sul. Nnossos municípios e suas estradas estão em perfeito estado, a Defesa Civíl pode dormir tranqüila, qualquer coisa basta ligar para as assessorias de Luiz Henrique ou do Pavan, que estarão a postos no exterior para o que der e vier.

Pensando bem, é uma boa oportunidade pro pessoal pegar a estrada. A coincidência de o Leonel Pavan estar sendo indiciado por corrupção não altera a ordem dos fatos para o Tribunal de Justiça. Seu desembargador presidente vai tomar conta da casa direitinho e não vai influir sua momentânea presença no cargo do Luiz, em substituição ao Leonel e ao Jorginho. Afinal de contas, amigo é pra essas coisas e ninguém tem nada a ver com isso. Muito menos esses jornalistas políticos intrometidos. Felizmente, conhecendo o seu lugar, resolveram ficar quietinhos e não abriram o bico. Tá na hora mesmo de parar com fofocas e suspeitas infundadas.

Nenhum comentário: