quarta-feira, 24 de junho de 2009

O dia do touro

A torcedora americana vibrou com a chifrada que seu time deu nos espanhois

A seleção espanhola entrou em campo para o jogo com os Estados Unidos pensando na final com o Brasil. Quando seus jogadores se deram conta não só estavam derrotados como fora da decisão da Copa das Confederações. E os brasileiros só entram em campo nesta quinta à tarde e também podem perder para a África do Sul. Quer dizer, a marra espanhola atropelou os fatos duas vezes e volta pra casa, quem sabe, com o terceiro lugar. Enquanto isso Dunga e sua troupe devem estar com as barbas de molho, pensando na prancheta do Joel Santana. Que espécie de desenhos ele deve estar traçando para seus jogadores? Que tipo de surpresa os donos da casa podem aprontar? A meu ver nenhuma. Mas, como já me enganei em uma semifinal, pois apostei de olhos fechados na Espanha – o mais puro sangue dos cavalos paraguaios – não vou adiantar palpite. Falando em bicho, que chifrada levaram nossos amigos, invictos e favoritíssimos para disputarem a final com o Brasil. Cala-te boca.

Nenhum comentário: