sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Marketing e caipirismo


O catarinense Tiago Splitter joga basquete na Espanha em um time chamado Tau Cerâmica. É o nome que vale para a mídia, e não o da cidade de Madri ou do país. Aqui é diferente, principalmente entre as equipes de voleibol. Cimed é Florianópolis, Unisul/Tigre é Joinville, e por aí vai. O futebol entrou na dança, por exemplo, com a Ulbra, universidade luterana que patrocina uma equipe no campeonato gaúcho e que tem seu campus principal em Canoas, na Grande Porto Alegre. A mídia ignora solenemente o nome verdadeiro do clube para chamá-lo simplesmente de Canoas, que não é sua denominação verdadeira. Clamamos por investimento privado no esporte, mas quando isto acontece fazem de tudo para esconder o patrocinador. Grosso modo é o marketing unido à profissionalização competindo com o caipirismo empresarial na área de comunicação.

Nenhum comentário: