quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Um elefante alvinegro

Um estádio moderno, que custou R$ 380 milhões, utilizado recentemente para os Jogos Pan-Americanos, segundo a CBF não tem condições para abrigar o clássico entre Botafogo (mandante) e Flamengo pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Vai ser no Maracanã. Há quem diga que esse é mais um dos fortes indícios sobre a necessidade de “fazer” o Flamengo campeão brasileiro de 2008, lembrando que ano passado já foi um escândalo a mudança de tabela com adiamento de partidas para que o clube pudesse recuperar e contratar alguns jogadores. É um episódio emblemático por tudo que o envolve. Esta praça esportiva vetada pelo Rei Ricardo e sua corte e que é a casa do Botafogo, serviu de palco para o confronto contra o São Paulo ontem à noite e tem sido utilizada em todos os jogos do Campeonato Brasileiro. Vale dizer que a administração do estádio depois do Pan passou para o sem teto Botafogo que, lógico, aceitou a incumbência. Isso se deu porque as autoridades estaduais decidiram não encarar os compromissos assumidos com um equipamento esportivo daquele porte, que custou os olhos da cara, financiado com recursos dos nossos impostos, e que acabou enjeitado pelos gestores públicos. Cada vez que assuntos como esse vêm à tona a gente lembra o relatório do Tribunal de Contas da União sobre os Jogos Pan-Americanos de 2007 no Rio de Janeiro e que permanece misteriosamente retido em algum gabinete na capital federal.

Nenhum comentário: