quarta-feira, 17 de setembro de 2008

O Peixoto sabe o que diz

Sentindo a euforia da torcida do Avaí escrevi outro dia que seria conveniente um olho no padre, outro na missa, por parte principalmente da Comissão Técnica e dos jogadores. O movimento da arquibancada reflete o comportamento do gramado e dos bastidores, resultado do trabalho de quem está eventualmente no comando do clube e do time. O resumo desse trololó é cautela ou, como diz o presidente da FCF, Delfim Peixoto, é bom não contar com o ovo no bumbum da galinha. Como o vento mudou de lado e Delfim virou um assíduo freqüentador da Ressacada, é recomendável ficar de olhos e ouvidos bem abertos para os conselhos deste probo e sábio senhor. A derrota para o Vila Nova derrubou o Avaí de novo para o quarto lugar. E o que é pior, com 45 pontos está ameaçado por Bragantino, com 42, a Ponte Preta com 40 e o Barueri um ponto abaixo se assanhando. Logo acima estão o próprio Vila, 47 pontos, e Santo André com 46. É possível, claro, chegar à série A, a diferença é pequena, nada assustadora, mas não custa lembrar que o Corinthians já garantiu uma vaga. Sobraram apenas três, portanto, para um catarinense, um goiano e um monte de paulistas, sempre mais poderosos quando houver alguma interferência extra-campo.

Nenhum comentário: