quinta-feira, 18 de setembro de 2008

A imitação

Parece que não estamos nos limitando apenas a importar jogadores e técnicos de outros centros. De uns tempos para cá resolvemos copiar os piores exemplos de torcidas organizadas que infernizam a vida de quem vê o futebol como mais uma opção de lazer. Os protestos são legítimos desde que não ultrapassem a fronteira da boa educação e da civilidade. Na Europa grande parte desse problema foi resolvido com prisão e banimento dos arruaceiros dos estádios. Os jogadores do Figueirense, molestados em período de trabalho, são as últimas vítimas dessa barbárie de arquibancada. Sem combate enérgico e imediato, vamos empurrado com a barriga até que aconteça uma grande tragédia.

Nenhum comentário: