sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Sufoco

O futebol feminino na semifinal era quase uma obrigação do sofrido time brasileiro. Foi na conta com uma vitória sobre a Noruega em jogo fácil que ficou difícil por um pênalti cometido pela goleira do Brasil e que muitos dos nossos bons árbitros não marcam. Dunga e seus meninos precisam fazer o mesmo na manhã deste sábado, contra Camarões, deixando para trás a maldição africana em Olimpíada.

Nenhum comentário: