sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Por onde anda o Carlão?

O prefeito Dário Berger, além de promover uma operação desmanche na Fundação Municipal de Florianópolis, colocou lá o alienígena (em relação ao esporte de Floripa) Carlão, sucesso no voleibol, fracasso como superintendente de uma instituição pública tão importante para a comunidade. O esporte da Capital não ganhou nada com a presença na cidade deste medalhista olímpico, a não ser a missão detetivesca de procurar o dirigente sempre longe de suas funções. Ultimamente foi visto nas telinhas de uma emissora carioca comentando o voleibol da Olimpíada. Tomara não com diárias pagas pela FME. Trabalho para o próximo prefeito, se não acontecer reeleição. Amém, sem trocadilho.

Um comentário:

Carlos disse...

Lamentável a gestão desse cidadão na FME. Só para citar um exemplo, nunca mais tivemos a meia maratona de Florianópolis, que era a melhor corrida nessa distância aqui na região Sul. Isso que é um ex-atleta, imagino se não fosse!
Carlos