terça-feira, 12 de agosto de 2008

Futebol de bicicleta

O Corinthians, quem diria, jogou como time pequeno em Florianópolis, acuado, marcando seu gol na única oportunidade que teve. O Avaí espremeu o adversário em dois terços da partida, perdeu chances de gol, exigiu mais do goleiro Júlio César e chegou ao empate com uma bicicleta do oportunista Evando. Tem treinador que gosta de viver perigosamente, caso do Silas, que esperou dez minutos no segundo tempo para substituir Rafael Costa pelo Evando, que deveria ter entrado no intervalo. Com a intenção de prestigiar um garoto acabou submetendo-o à irritação da torcida e correu o risco de perder o jogo por falta de definição no ataque. O árbitro Leando Vuaden, a boa novidade do ano, ajudou na construção de um bom espetáculo deixando o futebol fluir em condições difíceis por causa da chuva.

Nenhum comentário: