terça-feira, 12 de agosto de 2008

Devagar quase parando

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva puniu Rafinha por ter denunciado a marmelada entre Toledo e Marcílio Dias. O jogador passou por mentiroso e os clubes infratores foram absolvidos. Um dia ainda vou entender os tortuosos caminhos da legislação esportiva e as decisões dos tribunais. Na verdade acho que já entendo e me recuso a aceitar. O procurador do STJD, Paulo Schmitt, fez a sua parte e entrou com recurso, pior para Marcílio e Toledo que continuam no prejuízo e sem jogar, pior ainda para a imagem da justiça esportiva, cada vez mais parecida com um cágado.

Nenhum comentário: